Não era você que eu esperava

Sinopse: Como lidar com uma filha com deficiência? Nesta graphic novel autobiográfica, Fabien Toulmé fala com emoção, humor e humildade sobre um encontro inesperado de um pai com sua filha que possui Síndrome de Down. O casal enfrenta o nascimento de uma criança especial. É como uma tempestade inesperada, um furacão. Quando a menina nasce com a síndrome, até então não diagnosticada, a vida de Fabien desmorona. Indo da fúria à rejeição, da aceitação ao amor, o autor fala sobre a descoberta de como é ser diferente.

OPINIÃO

Não era você que eu esperava, conta a história emocionante de Fabien indo ao encontro da sua filha com Síndrome de Down. Ele e sua esposa Patrícia tem uma filha chamada Louise. Ainda morando no Brasil, eles descobrem que serão pais novamente. Decidem então morar na França e Fabien demonstra uma preocupação específica com a saúde da sua filhinha que estava para nascer, sua inquietação era com a condição genética da criança. Durante a gravidez de sua esposa nada foi constatado e Fabien procurou curtir esse momento especial em sua vida. Porém, quando sua filhinha nasce, ele vê algo que não o agrada, ela nasceu com trissomia do cromossomo 21 e seu mundo desaba, mas até então ela era considerada como um bebê “normal”. Foi possível observar após isso, que Fabien viveu um misto de sentimentos, ele desejou coisas imagináveis e rejeitou sua filhinha a ponto de não conseguir visitá-la no hospital. Mas também foi possível observar a sua evolução como pai e como pessoa durante o quadrinho, não foi um momento fácil para ele, mas Fabien começou a pesquisar sobre o assunto e conseguiu ajuda de seus amigos mais próximos e com isso a sua rejeição aos poucos foi se transformando em amor. Não era você que eu esperava mostrou a história de coragem de um pai que encarou obstáculos e com muita honestidade expôs seu medo de ter uma filha com Síndrome de Down. Essa perturbação de Fabien foi causada por sua desinformação, uma vez que nem ele conhecia o tratamento e não tinha tido contato com crianças com essa síndrome. A história é indicada não somente para pais com filhos trissômicos, mas também para qualquer pessoa que queria ler uma boa história, se informar e se emocionar do início ao fim.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s