Os Leões de Bagdá

Fonte: Autor

Sinopse: Na primavera de 2003, um bando de leões escapou do Zoológico de Bagdá durante um bombardeio norte-americano. Perdidos, confusos, famintos e finalmente livres, os quatro leões perambularam pelas ruas destruídas de Bagdá numa batalha desesperada pela sobrevivência. Inspirando-se numa história real, Brian K. Vaughan e Niko Henrichon criaram um ponto de vista único sobre a vida durante a Guerra do Iraque, lançando luz sobre esse conflito como apenas uma graphic novel é capaz de fazer. Retratando o drama dos animais, OS LEÕES DE BAGDÁ levanta algumas questões sobre o verdadeiro significado da liberdade – ela pode ser dada ou apenas conquistada por meio de luta e sacrifício?

OPINIÃO

Qual é o verdadeiro significado de liberdade? Essa é a grande questão que é levantada durante história e através dos quatro leões, que acabaram de escapar do zoológico, somos instigados a refletir. O autor caracteriza os seus personagens baseando-se nos acontecimentos políticos do Iraque à época.

Na trama somos apresentados a Noor, uma leoa brilhante e feroz, que apesar de não se lembrar da vida na natureza selvagem, tem certeza que o mundo fora das jaulas é melhor que o cativeiro no zoológico. Safa é a leoa mais velha do bando, cega de um olho, e que já passou por muitos perigos durante a sua vida selvagem, por isso, para ela o zoológico é a melhor opção, pois tem comida, segurança, além de um ambiente tranquilo para viver. Ali é o filhote, já nasceu no cativeiro e não conhece o mundo lá fora. Zill o leão adulto e atual parceiro de Noor, nasceu na natureza, mas está agradecido por sua vida atual. E por fim, temos o Fajer, o cruel antagonista.

Essa história é baseada em fatos reais, onde em abril de 2003, um bando de leões famintos escapou de um zoológico de Bagdá durante os bombardeios norte-americanos. Aliás, essa questão da guerra é o pano de fundo para os 4 protagonistas que agem muito de acordo com as suas características e ideias do significado de liberdade. Eles precisam sobreviver e enfrentar o perigo de perto. Sua “liberdade” foi dada pelos soldados enviados para a guerra, mas será que eles a tiveram de fato?

A edição de luxo lançada pela editora Panini está impecável, trazendo extras que enriquecem muito a experiência de leitura. Esse foi um dos primeiros quadrinhos que comprei, desde que decidi colecionar e, até hoje, continua sendo o quadrinho mais bonito da coleção.

Fonte: Os Leões de Bagdá


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s