Mágico Vento Vol. 1: Forte Ghost

Sinopse: Um fragmento de metal no cérebro apagou a sua memória mas deu-lhe o poder da visão. Para os índios ele é Mágico Vento, porque o vento o guiou até eles. Mas ele era o soldado Ned Ellis, sobrevivente da explosão do comboio militar em que viajava. Quais tramoias se escondem por trás daquele que, oficialmente, foi um trágico acidente? Para descobrir, Ned deverá iniciar uma atormentada viagem em seu passado e, só no fim do caminho, entre os fantasmas do Forte Ghost, ele poderá saber a verdade!.

OPINIÃO

Há pouco tempo, que enquanto leitor voltei meus olhos para títulos da Editora Sergio Bonelli, um título que vinha me atiçando era Mágico Vento, sem conhecer muito a história ou os personagens, decidi apostar na obra de Gianfranco Manfredi, e comprei logo de cara os 5 primeiros volumes relançados pela Editora Mythos, em formato italiano e papel offset. Trago agora para vocês minhas impressões desse primeiro volume.

A premissa básica de Mágico Vento, gira em torno do western a partir da visão indígena, com elementos sobrenaturais. Neste primeiro volume, seremos apresentados aos personagens e como eles se conheceram, nosso protagonista, conhecido como Mágico Vento, ou Ned Ellis, um militar, que após sobreviver a um acidente em um comboio com sua unidade, perdeu sua memória e foi encontrado por indígenas. Willy Richards, vulgo Poe, é um jornalista, boêmio, e será um grande amigo de Mágico Vento. Qualquer semelhança na feição de Poe, com o escritor Edgar Allan Poe, não é mera coincidência, pois Gianfranco Manfredi se inspirou no escritor. Mágico Vento fará uma viagem ao seu passado para tentar descobrir quem ele era, com vagas lembranças. Nesse caminho encontra Poe, que acaba o ajudando nesta jornada. O elemento sobrenatural está presente em Mágico Vento e aqui teremos fantasmas que atormentam nossos personagens, mas que se fazem necessários, para que Ned Ellis, descubra o que aconteceu no seu passado, lembrando dos eventos que o levaram a ser o Mágico Vento, Xamã do povo indígena Sioux.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s